Coolie No. 1 (filme de 1995)

Article

June 27, 2022

Coolie No. 1 é um filme masala de comédia indiana em língua hindi de 1995, dirigido por David Dhawan e escrito por Rumi Jaffery e Kader Khan. O filme é estrelado por Govinda, Karisma Kapoor, Kader Khan, Shakti Kapoor, Harish Kumar, Sadashiv Amrapurkar e Mahesh Anand, com música de Anand–Milind. Este filme foi um dos primeiros filmes de sucesso de Kapoor. Govinda recebeu o Prêmio Especial do Júri Star Screen Award por seu papel neste filme como 'artista da década'. Ao longo dos anos, o filme se tornou um clássico da história do cinema hindi e agora é considerado um filme cult. O filme é um remake do filme Tamil de 1993, Chinna Mapillai. Em 2020, Dhawan refez o filme com o mesmo nome com seu filho Varun Dhawan, Sara Ali Khan e Paresh Rawal.

Plotagem

Pandit Shadiram Gharjode (Sadashiv Amrapurkar) traz a família de um futuro noivo para Malti Choudhry (Karisma Kapoor). Mas quando seu pai Choudhry Hoshiyar Chand (Kader Khan) descobre que aquela família não é podre de rico, ele insulta Gharjode. Ele promete ensinar a Hoshiyar Chand uma lição por sua arrogância e orgulho. No caminho para casa, Shadiram Gharjode esbarra em Raju Coolie (Govinda), um porteiro de ônibus que orgulhosamente usa seu distintivo - "Coolie No. 1". Raju é conhecido entre seus colegas carregadores por ser heróico, tendo recentemente preso um traficante de drogas Mahesh (Mahesh Anand). Quando Raju se apaixona pela foto de Malti, Gharjode traça um plano para casar o pobre porteiro com Malti e se vingar. Com a orientação de Gharjode e a ajuda de seu melhor amigo Deepak Mechanic (Harish Kumar), Raju se apresenta como o príncipe de Cingapura, Kunwar Mahendra Pratap Singh Mehta, e conquista o coração de Malti. No processo, a irmã de Malti, Shalini (Kaanchan) se apaixona por Deepak. Hoshiyar Chand casa Malti com Raju, sem saber que ele é apenas um pobre porteiro. Quando Raju volta para casa com Malti após o casamento, ele finge que seu "pai" Gajendra Pratap Singh Mehta (Kulbhushan Kharbanda) o expulsou de casa por se casar sem seu consentimento. Malti tenta tirar o melhor proveito da situação, animando Mahendra, o que o faz se sentir culpado. O problema se torna duplo quando Hoshiyar Chand vem à cidade para visitar sua filha e genro, mas vê Raju como um carregador no ponto de ônibus. Hoshiyar Chand cria uma confusão, dizendo que Raju é uma fraude que se fez passar por um príncipe rico e se casou com sua filha. Espontaneamente, Raju finge não reconhecer Hoshiyar Chand e o enxota. Raju chega em casa vestido como Mahendra e explica que Hoshiyar Chand deve ter visto seu irmão gêmeo Raju, que seu pai expulsou devido a seus vícios de bebida e jogo. Hoshiyar Chand compra essa história e decide casar Shalini com Raju, para que suas duas filhas vivam vidas podres de ricas. Raju continua se metendo em problemas, pois só pode estar em um lugar de cada vez. Um desses incidentes força Raju, Malti e Hoshiyar Chand a apresentar uma queixa de desaparecimento para Kunwar Mahendra Pratap Singh Mehta. O inspetor Rakesh Pandey (Tiku Talsania) fica cético com a situação e começa a acreditar que Raju e seu irmão gêmeo Mahendra são a mesma pessoa. Mahesh Pratap Mehta é deserdado por seu pai Gajendra Pratap Singh Mehta devido a suas atividades criminosas. Para se vingar dele e de Raju, Mahesh esfaqueia Gajendra e incrimina Raju pelo mesmo. O inspetor Pandey chega para prendê-lo, mas Raju informa que Gajendra ainda está vivo e precisa de cuidados médicos críticos, após o qual ele escapa da custódia da polícia. Raju corre para Deepak e ambos elaboram um plano para fingir ser enfermeiras de Cingapura para salvar a vida de Gajendra, pois essa é a única prova de inocência de Raju. No hospital, o inspetor Pandey diz a Hoshiyar Chand, Malti e Shalini que Raju é apenas um pobre porteiro que fingiu ser Kunwar Mahendra Pratap Singh Mehta. Ao tentar salvar Gajendra, Raju e Deepak encontram Malti, Hoshiyar Chand e Shalini, que vem para abortar o feto de Shalini que veio por causa de Deepak. Raju confessa sua fraude a Malti, e ela o perdoa. Hoshi